Tag: Cultura

Documentário de Silvio Tendler inaugura cinema na Vigília Lula Livre, em Curitiba

O documentário “Dedo na ferida”, de Silvio Tendler, inaugurou a sala de cinema do Centro de Formação e Cultura Marielle Vive, aberto no dia 4 de setembro no cinturão de locais que animam a Vigília Lula Livre do Acampamento Marisa Letícia, em Curitiba. O diretor participou da estreia do espaço, no dia 5, debatendo com jovens cineastas, ao lado do presidente da Fisenge, Clovis Nascimento, e do presidente do Senge-RJ, Olímpio dos Santos.

Leia mais »

As privatizações, no filme de Silvio Tendler

Nesta quinta-feira (20), às 18h, o Cinema de Resistência apresenta o documentário “Privatizações: A Distopia do Capital” (2014), com presença do diretor Silvio Tendler em debate, após a sessão. O filme faz uma reflexão sobre o país, em especial a relação entre o patrimônio público e o capital privado. Em 56 minutos, analisa as consequências das medidas neoliberais adotadas após as passeatas de 2013 e como o governo foi capaz de gerenciar a venda de ativos públicos ao setor privado.

Leia mais »

Sebrae e entidades museológicas vão à Justiça contra MP que privatiza e internacionaliza os museus

A MP que institui uma Agência Brasileira de Museus (Abram) ligada ao Sistema S acaba com a Política Nacional de Museus e privatiza os museus federais, tirando ainda da UFRJ o Museu Nacional e o projeto de sua recuperação. O alerta é de José do Nascimento, ex-presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibran) – órgão extinto pela MP. “Daqui a pouco vão vender a coroa de Dom Pedro”, diz.

Leia mais »

O incêndio do Museu Nacional deflagrou nova ameaça: a campanha pela privatização dos acervos

Na noite da terça-feira, dia 4 de setembro, ainda havia focos intermitentes de fogo nos escombros do Museu Nacional, destruído do domingo (2) por um incêndio, e o ministro da Cultura, Sérgio de Sá Leitão, já defendia no Jornal Nacional a privatização não só do museu queimado mas de todos os museus sob gestão federal. “Vamos nos dedicar a uma proposição legislativa sobre esse assunto”. O assunto, no caso, seria a transferência da gestão dos museus das universidades para Organizações Sociais (OS’s).

Leia mais »

Morre o geneticista italiano que provou que as raças não existem

Luigi Luca Cavalli Sforza, autor de “Quem somos? História da diversidade humana”, morreu aos 96 anos, em Belluno, na Itália. Responsável pela elaboração do primeiro atlas genético da humanidade, seu principal legado científico foi a revelação de que as raças não existem. Ao estudar os fatores que determinaram a diferente distribuição dos grupos sanguíneos nas populações e o cromossomo Y , comum a todos os machos biológicos, permitiu que as pesquisas com DNA confirmassem a teoria “Out of Africa”. Ou seja, que os primeiros hominídeos deixaram a África há 100.000 anos para colonizar o resto do planeta. A genética das populações produziu uma “árvore genealógica” da humanidade, mostrando que sempre foi formada por migrantes que se misturam.

Leia mais »

Dia 6, uma longa viagem pelos anos 70

Drogas, ditadura, saudade de casa. “Uma longa viagem”, de Lúcia Murat, retrata os anos 70 através das cartas que Heitor, irmão da diretora, enviou à família ao longo de dez anos, enquanto viajava pelo mundo. Além das cartas, lidas pelo ator Caio Blat, há entrevistas com o próprio Heitor e observações em off de Lúcia Murat, presa política em 1971. O filme nasceu da experiência dolorosa da morte do terceiro irmão, Miguel. Após a sessão, debate com a diretora.

Leia mais »