Tag: Soberania

Senge-RJ defende integração dos movimentos sociais à frente parlamentar pela soberania

A Frente Parlamentar Mista de Defesa da Soberania Nacional, lançada na quarta-feira (21), no Congresso, foi saudada pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ), Olímpio dos Santos, como “da maior importância, neste momento que há claramente um ataque à soberania do país”. Segundo ele, “a Frente é muito oportuna, mas é fundamental que se estenda para além do parlamento e busque articulação com os movimentos sociais engajados nessa causa.”

Featured Video Play Icon

Presidente da Fisenge: “não podemos abrir mão da soberania brasileira”

O presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), Clovis Nascimento, convida para o IV Simpósio SOS Brasil Soberano, dia 14 de julho, em Curitiba (PR), com o tema Brasil 2035: um país justo e soberano. “O que nós defendemos é que um governo retome os destinos da nação brasileira, do desenvolvimento, de cada região, de cada política pública. Não podemos abrir mão disso.” O evento, que vai debater formas de resgatar a cidadania brasileira, acontece na Universidade Positivo – Unidade Praça Osório, na Praça General Osório, 125, sl. Centro – Curitiba – Paraná.

Featured Video Play Icon

1ª mesa – III Simpósio SOS Brasil Soberano: soberania ou dependência

Confira a gravação na íntegra da primeira mesa de debates do III Simpósio SOS Brasil Soberano: Soberania ou Independência. O simpósio, realizado no dia 8 de maio, em Belo Horizonte (MG) pelo Senge-MG, numa iniciativa do Senge-RJ e da Fisenge, teve como tema “Quais reformas e para quê?”. Compõem a mesa o economista João Pedro Stédile, da direção nacional do MST; o advogado e cientista político Jorge Folena; o ex-ministro de C&T Clélio Campolina Diniz; e o jornalista Fernando Brito, editor do blog O Tijolaço.

General Villas Bôas, comandante do Exército, critica assassinatos em massa no país e agressões a professores

O comandante do Exército, general Eduardo da Costa Villas Bôas, criticou os assassinatos em massa no país e as agressões a professores, durante discurso, ontem (20), em Brasília, no Instituto Brasiliense de Direito Público, que concedeu a ele o título de Doutor Honoris Causa. As instituições nacionais, na avaliação do general, “estão sendo submetidas a uma verdadeira catarse”. Confira abaixo a íntegra do discurso.