google.comaol.comamazonyahoobaidu Palestrantes - SOS Brasil Soberano

Palestrantes

V SIMPÓSIO SOS BRASIL SOBERANO
O Setor Elétrico

Data: 24 de novembro

José Antonio Feijó de Melo – Professor e Engenheiro Eletricista, formado pela Escola de Engenharia da UFPE. Pertenceu aos quadros da CELPE (Distribuidora Estadual de Energia/PE) e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). Participa da ONG Ilumina (Instituto de Desenvolvimento Estratégico do Setor Elétrico Brasileiro). Autor do livro As concessões hidroelétricas e o entulho neoliberal, entre outros.

Ronaldo Bicalho – Doutor pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no qual é pesquisador. Trabalha na área de mudanças estruturais e institucionais nas indústrias de energia, com foco na Energia Elétrica e Política Energética.

Wladimir Pomar – Jornalista e escritor, ajudou a fundar o Partido Comunista do Brasil (PC do B) em 1962. Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores  e integrou a executiva nacional do PT (1984-1990). Colabora regularmente com o jornal Correio da Cidadania e a revista Teoria e Debate. É autor de diversos livros e estudos sobre a China, entre os quais o Enigma chinês: capitalismo e socialismo. E também sobre a história do Brasil e da esquerda brasileira, como Quase lá, Lula e o susto das elites.

O presidente do Senge/RJ, Olímpio Alves dos Santos, fará a mediação.

Na plateia, entre os debatedores que farão comentários e perguntas aos palestrantes, a jornalista Alexania Rossato, da direção nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens/MAB; o contra-almirante Alan Paes Leme; o Coronel da Reserva Remunerada do Exército Brasileiro, Paulo Roberto Costa e Silva; e o professor Newton Oliveira, coordenador-geral da Pós-Graduação da Faculdade Presbiteriana Mackenzie.

*

IV Simpósio SOS BRASIL SOBERANO
Brasil, 2035: um país justo e soberano

Data: 13 e 14 de julho de 2017

Programação

DIA 13 – Soberania em debate – 18h – Transmissão ao vivo, via https://www.facebook.com/SOSBrasilSoberano/, de bate-papo sobre os principais temas que serão abordados no IV Simpósio, com mediação da jornalista Camila Marins, assessora de Comunicação da Fisenge, e a participação dos seguintes convidados:

Kátia Gerab Baggio – Professora com bacharelado e licenciatura em História; mestrado e doutorado em História Social, pela Universidade de São Paulo (USP). Pós-doutorado no Departamento de História da USP. É professora associada 4 do Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na UFMG, coordena o Grupo de Pesquisa América Latina e participa do projeto Brasiliana: Escritos e Leituras da Nação. Foi professora visitante na Universidad Nacional de Tucumán (UNT), Universidad Nacional de La Plata (UNLP), na Argentina, e Universidad de Santiago de Chile (USACH). Foi presidente e vice-presidente da Associação Nacional de Pesquisadores e Professores de História das Américas (ANPHLAC). E também coordenadora do curso de graduação em História da UFMG e do Programa de Pós-Graduação.

Rogério Galindo – Jornalista formado pela Universidade Federal do Paraná. Repórter e colunista da Gazeta do Povo, em Curitiba. Ganhador do Prêmio Esso, categoria regional Sul, em 2013, pela série de reportagens Crime sem castigo. Com mestrado e doutorado em Filosofia pela UFPR. Estuda John Ralws, liberalismo político e comunitarismo.

Nilson Maciel de Paula – Professor, graduado em Economia pela Universidade Federal do Paraná, com mestrado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; doutorado em Economia – University College London e pós-doutorado na University of Reading, UK. Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Paraná onde trabalha com temas relacionados a comércio internacional, agronegócio e aglomeração industrial. É também professor do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da UFPR.

DIA 14
Hora: 9h às 18h
Local: Universidade Positivo
End.: Praça General Osório, 125, Centro/Curitiba.

9h: Mesa de abertura

Carlos Bittencourt, presidente do Senge-PR
Joel Krüger, presidente do CREA-PR
Clovis Nascimento, presidente da Fisenge
Olímpio Alves dos Santos, presidente do Senge-RJ
Hermes Leão, presidente da APP Sindicato
Regina Cruz, presidente da CUT

9h30: Conferência de abertura com a senadora Gleisi Hoffmann (PR), primeira mulher eleita presidente do Partido dos Trabalhadores (PT)

+ Apresentação do Projeto SOS Brasil Soberano (SOSBS) pelo professor e historiador Francisco Teixeira

10h30 – Mesa 1: Política e Estado

Marlene de Fáveri – Cientista social, historiadora e feminista. É professora na Universidade do Estado de Santa Catarina, onde desenvolve pesquisas sobre a história de Santa Catarina, o papel social de gênero e outros temas relacionados ao feminismo. Autora de diversos textos sobre o assunto. Teve bastante repercussão o caso em que uma ex-aluna e ex-orientanda de mestrado quer ser indenizada por supostos danos morais que a cientista teria lhe causado. A ex-aluna, que relatou seu “processo de perseguição” em sessão especial sobre o projeto Escola sem Partido, é antifeminista e a acusa de perseguição ideológica por ser cristã e conservadora. Marlene vem recebendo o apoio de inúmeras instituições acadêmicas e políticas.

Leonardo Avritzer – Professor graduado em Ciências Sociais e mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais, doutorado em Sociologia Política – New School for Social Research e pós-doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology. Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi representante de área da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, professor visitante da USP, da Tulane University e da Universidade de Coimbra. Foi diretor da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais. É presidente da Associação Brasileira de Ciência Política e membro do Conselho Consultivo da International Political Science Association (IPSA). Seu último livro lançado: Los Desafios de la Participación en América Latina (2014).

Bia Barbosa – Jornalista, formada na USP, especialista em direitos humanos, com mestrado em Gestão e Políticas Públicas pela FGV. Fundadora e integrante da coordenação do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social e Secretária-Geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação/FNDC. Trabalhou em diversos veículos da imprensa tradicional e alternativa, como a Editora Abril, Agência Carta Maior, Radio France Internacional, Agência Reuters, O Estado de S.Paulo e a TV AlJazeera. É editora do blog do Intervozes, no site da revista Carta Capital, e co-autora dos livros “A Sociedade Ocupa a TV – O caso Direitos de Resposta (2006), “Por uma opinião pública democrática no Brasil” (2014) e “Cinco mil dias – O Brasil na era do lulismo” (2017).

14h30 – Mesa 2: Economia e Cidadania

Aldo Rebelo – Foi deputado federal pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB), eleito diversas vezes representante do Estado de São Paulo na Câmara dos Deputados. Também jornalista, foi ministro dos Esportes no Governo Lula, depois assumiu o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; saiu em outubro de 2015 para assumir o Ministério da Defesa já no Governo Dilma. Foi presidente da Câmara dos Deputados. Também foi ministro de Estado da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais do Governo, no período de 2004 a 2005. Foi membro da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), que presidiu em 2002, e também foi presidente do Grupo Parlamentar Brasil-China.

Carlos Walter Porto Gonçalves – Geógrafo com mestrado e doutorado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi presidente da Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB). É professor adjunto da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense. Autor de livros sobre geografia social. Em 2004 ganhou o Prêmio Chico Mendes em Ciência e Tecnologia do Ministério do Meio Ambiente. Em 2008 ganhou o Prêmio Casa de las Américas (Cuba) por seu livro “A Globalização da Natureza e a Natureza da Globalização”. Tem diversos trabalhos publicados, com destaque para os temas: território-territorialidade-territorialização, conflito social, movimentos sociais, justiça ambiental e geograficidade.

Laura Capriglione – Jornalista formada em Física e Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, impulsiona com outros colegas a Rede Jornalistas Livres, focada na cobertura de Direitos Humanos e Sociais. Foi repórter especial do jornal Folha de S.Paulo. Começou a carreira como editora de Educação e Ciências na Folha, dirigiu o jornal Notícias Populares, voltado à reportagem policial. Foi diretora de novos projetos na Editora Abril, onde também foi editora-executiva da revista Veja. Conquistou o Prêmio Esso de Reportagem 1994, com a matéria “Mulher, a grande mudança no Brasil”, produzida para Veja em parceria com Dorrit Harazim e Laura Greenhalgh. Dirigiu o Núcleo de Revistas Femininas da Editora Globo.

O evento será transmitido pelo site: www.sosbrasilsoberano.org.br e pelo Facebook:
https://www.facebook.com/SOSBrasilSoberano/ ou Facebook: @SOSBrasilSoberano

Atualizado em 10/07/2017

********************

III Simpósio SOS BRASIL SOBERANO
Quais Reformas e Para Quê?
Dias : 8 de junho de 2017
Hora: 9h às 17h
Local: auditório Paulo Camillo de Oliveira Penna, do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG)
End.: Rua da Bahia, 1600, Centro – Belo Horizonte (MG)

Mesa de abertura

Clovis Nascimento – Presidente da Fisenge
Jobson Andrade – Presidente do Crea-MG
Marcos Túlio – Senge-MG, coordenador do SOS Brasil Soberano
Marília Campos – Deputada estadual (PT)
Raul Otávio da Silva Pereira – Presidente do Senge/MG

Mesa 1 – Soberania ou Dependência

João Pedro Stédile – Graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, e pós-graduado pela Universidade Nacional Autônoma do México. É membro da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), do qual é também um dos fundadores. Participa das atividades da luta pela reforma agrária no país, pelo MST e pela Via Campesina. Atuou como membro da Comissão de Produtores de Uva, dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais do Rio Grande do Sul, na região de Bento Gonçalves. Assessorou a Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Rio Grande do Sul e em âmbito nacional. Trabalhou na Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul.

Jorge Rubem Folena de Oliveira – Graduado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com Mestrado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutorado em Ciência Política pelo IUPERJ. Integrou o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda, como representante dos contribuintes (2016). É professor de Ciência Política e Filosofia do Direito na Faculdade de Direito da Universidade Cândido Mendes, Campus Nova Friburgo. É advogado militante, membro efetivo do Instituto dos Advogados do Brasil/IAB e diretor de Direitos Humanos da Casa da América Latina.

Clélio Campolina Diniz – Graduado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Operação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Especialización Desarollo y Planificación pelo Instituto Latinoamericano de Planificacion Económica y Social; mestrado e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas; e pós-doutorado pela University Of Rutgers. Visiting Fellow da London School of Economics and Political Science. Ex-diretor da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG e do Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BHTEC); ex-coordenador da área de economia e membro do CTC da CAPES. Ex-presidente da Câmara de Ciências Sociais Aplicadas da FAPEMIG . É professor emérito da FACE-UFMG; foi reitor da UFMG (2010/2014) e ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (2014).

Fernando Brito – Jornalista, edita o Blog Tijolaço, assim batizado em homenagem aos textos publicados pelo ex-governador Leonel Brizola, de quem foi assessor de 1982 até a morte do político gaúcho, em 2004. Atuou em O Globo, Tribuna da Imprensa e Última Hora, no final dos anos 70 e início dos 80. Escolhido o Jornalista do ano, em 2015, pelo Blog do Mello.

Coordenação – Raul Otávio da Silva Pereira – Presidente do Senge/MG

Mesa 2 – 14h às 17h
Trabalho, Demografia e Previdência no Brasil

Antonio Tadeu Ribeiro de Oliveira –  Graduado em Estatística pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com mestrado em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, e doutorado em Demografia pela Universidade Estadual de Campinas. Pós-doutorando no Departamento de Ecologia Humana e População da Universidade Complutense de Madri. Atualmente é Pesquisador da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tem experiência na área de Demografia, com ênfase em Componentes da Dinâmica Demográfica, atuando principalmente em migrações internacionais, migração interna e tendência populacional.

Clemente Ganz Lúcio – Sociólogo, graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná e formado em Edificações na Escola Técnica Federal do Paraná. É diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese); membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) e colunista do site Brasil Debate. Foi coordenador da Pastoral da Juventude de Curitiba, da Pastoral da Juventude do Paraná e atuou na Coordenação da Pastoral da Juventude da Região Sul do Brasil. Trabalhou também na Comissão de Justiça e Paz do Paraná.

Ronaldo Lessa – Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Alagoas, trabalhou em obras como a reforma da Refinaria de Duque de Caxias, do terminal marítimo da Baía de Ilha Grande, do Metrô do Rio de Janeiro e da Ponte Rio-Niterói. Foi presidente da Federação Alagoana de Desporto Universitário (FADU). Político, ex-prefeito de Maceió, ex-governador de Alagoas por dois mandatos, atualmente deputado federal (PDT-AL).

Jô Moraes – Deputada federal eleita para o terceiro mandato por Minas Gerais (2006, 2010 e 2014) e membro do Comitê Central do PCdoB desde 1982. Integra a Comissão Executiva Nacional da legenda. Foi coordenadora da Comissão Pró-Federação de Mulheres de Minas Gerais, presidente fundadora do Movimento Popular da Mulher de Belo Horizonte, coordenadora executiva do Conselho Estadual da Mulher e primeira presidente da União Brasileira de Mulheres. Eleita vereadora de Belo Horizonte em1996 e 2000, atuou nas Comissões de Saúde e de Direitos Humanos da Câmara Municipal. Em 2002, foi eleita deputada estadual, ocupando a vice-liderança do Bloco PT/PCdoB. Na Assembleia Legislativa, integrou a Comissão de Administração Pública e presidiu a Comissão para Assuntos do Mercosul.

Aloísio Lopes – Jornalista e mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro. Atua no Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação/MG, uma articulação de movimentos e entidades da sociedade civil que atuam desde 1991 com vistas a democratizar as comunicações no país. Foi primeiro secretário da Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de MG (2002/2007).

Coordenação –  Clovis Nascimento – Presidente da Fisenge

 

********************

II Simpósio SOS Brasil Soberano
Engenharia, tecnologia e aproveitamento de recursos naturais no Brasil
Dia: 27/04/2017
Hora: 9h às 18h
Local: Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia – Auditório Leopoldo Amaral

Cerimônia de abertura – 9h00 às 9h30m

Clovis do Nascimento – Presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge)
Luciene da Cruz Fernandes – Presidente da Associação de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia (Apub Sindicato)
Ubiratan Félix – Presidente do Senge/Bahia
Eleonora Lisboa Mascia – 1ª Vice-presidente da Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA)
Manoel Barretto – Ex-presidente do CPRM, ex-diretor do Senge/BA e Fisenge, coordenador do SOS Brasil Soberano
Caiuby Alves da Costa – Presidente do Instituto Politécnico da Bahia
Tatiana Bittencourt Dumêt – Diretora da Escola Politécnica da Bahia
Marco Antonio Amigo – Presidente do CREA/Bahia
Maria del Carmen – Deputada estadual  (PT-BA)

Exposição sobre o SOS Brasil Soberano pelo historiador e professor Francisco Carlos Teixeira, da UFRJ, um dos coordenadores do projeto

Mesa 1 – 9h30 às 12h30
O papel das empresas estatais e privadas no país soberano

Valter Pomar – Professor, graduado em História, mestre e doutor em História Econômica pela Universidade de São Paulo. Atuou no Instituto Cajamar como um dos responsáveis pela área de formação política, e um dos redatores do jornal Brasil Agora. Foi secretário de Comunicação no PT/São Paulo e de Cultura, em Campinas. Comandou a Secretaria de Relações Internacionais do PT e ocupou o cargo de Secretário-Executivo do Foro de São Paulo. Leciona Relações Internacionais na Universidade Federal do ABC.

Guilherme de Oliveira Estrella –  Geólogo que chefiou a equipe descobridora do petróleo no pré-sal. Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, ingressou na Petrobras em 1965, e diretor de Exploração e Produção, responsável por fomentar projetos a serem realizados por universidades do Brasil e do exterior. Foi gerente de Exploração da Braspetro no Iraque. Fez parte do Conselho do Comitê de Dirigentes de Centros de Pesquisa e Desenvolvimento da Associação de Empresas Petrolíferas Estatais da América Latina (ARPEL). Conselheiro do Clube de Engenharia.

Alan Paes Leme Arthou – Contra-Almirante, engenheiro naval, é graduado em Ciências Navais pela Escola Naval e em Engenharia Naval pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), onde também fez mestrado. Pós-graduado em Projeto de Submarinos pela IKL-Alemanha. Foi gerente executivo do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear da Marinha (Prosub). Atuou como diretor do programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Nuclear do Ministério de Ciência e Tecnologia. Detentor de treze condecorações militares e civis.

Luis Manuel Rebelo Fernandes – É professor do Instituto de Relações Internacionais da PUC-RJ e do Instituto Rio Branco do Ministério das Relações Exteriores (MRE). Foi diretor da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e também secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia. Presidiu a Finep. Foi também secretário-executivo do Ministério do Esporte. Graduado em Relações Internacionais pela Georgetown University, com mestrado e doutorado em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj). Atua em Economia Política das Relações Internacionais.

Fernando Brito – Jornalista, edita o Blog Tijolaço, um dos mais acessados no país, assim batizado em homenagem aos textos publicados pelo ex-governador Leonel Brizola. Trabalhou em O Globo, Tribuna da Imprensa e Última Hora, no final dos anos 70 e início dos 80. Assessor de Imprensa de Brizola entre 1982 e 2004, ano da morte do político gaúcho. Escolhido o Jornalista do ano, em 2015, pelo blog do Mello.

Mesa 2 – 14h00 às 18h00
Exploração e uso dos recursos naturais

Vicente Andreu Guillo – Diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA) é bacharel em Estatística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Foi secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano (SHRU) do Ministério do Meio Ambiente, e secretário municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente da Prefeitura de Campinas. Presidiu a Usina Termelétrica Nova Piratininga Ltda. e a Sociedade de Abastecimento de Campinas (Sanasa). Funcionário de carreira da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), foi diretor do Sindicato dos Eletricitários de Campinas.

José Sérgio Gabrielli de Azevedo – Foi diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, depois presidente da empresa e dos Conselhos de Administração da Transpetro, Petroquisa e Gaspetro. Na sua gestão, a estatal descobriu petróleo na camada pré-sal; e conquistou a autossuficiência em petróleo para o país. Foi professor titular de Macroeconomia e diretor da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFBA. Graduado, com mestrado em Economia, pela Universidade Federal da Bahia, e pós-doutorado na London School of Economics and Political Science, Inglaterra.

Asher Kiperstock – Coordenador da Rede de Tecnologias Limpas (Teclim), da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor associado da Escola Politécnica da UFBA e consultor ad-hoc da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). Engenheiro civil pelo Technion, Instituto Tecnológico de Israel, MPhil e PhD em Engenharia Química e Tecnologias Ambientais pela University of Manchester Institute of Science and Technology, e pesquisador do CNPq.

Miguel do Rosário – Jornalista, formado em Comunicação Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Trabalhou 15 anos como jornalista especializado em café, e depois passou a fazer análise de mídia e política, ao longo de mais de dez anos, escrevendo para o blog Óleo do Diabo. Desde 2011, edita o blog O Cafezinho.

 

********************

I Simpósio SOS BRASIL SOBERANO
Contra a crise, pelo emprego e pela inclusão
Dia: Sexta-feira, 31 de março de 2017
Hora: 9h às 17h
Local: Auditório da Faculdade Mackenzie, Av. Rio Branco 277 – 3º andar
Palestrantes/Debatedores

Cerimônia de Abertura – 9h às 9h30
. Olímpio Alves dos Santos (coordenador da mesa)
– Presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ)
. Clovis do Nascimento
– Presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge)
. Chico Teixeira –
Professor titular de História Moderna e Contemporânea/UFRJ, professor do CPDA/UFRRJ
. Pedro Celestino –
Presidente do Clube de Engenharia
. Marcelo Rodrigues –
Presidente da Central Única dos Trabalhadores CUT/RJ
. Newton Augusto Cardoso de Oliveira –
Coordenador-geral de Pós-Graduação da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio

Mesa 1 – 9h30m às 13h
Emprego e Processo Produtivo

. Márcio Pochmann (Unicamp) – Economista. Foi supervisor do Escritório Regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) no Distrito Federal. Foi Secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade no governo Marta Suplicy (SP). Atualmente é professor livre docente da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Social e do Trabalho.

. Roberto Amaral – Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Ceará. É professor adjunto (licenciado) da PUC/RJ e titular da Faculdade Hélio Alonso. Político, um dos fundadores do Partido Socialista do Brasil (PSB), do qual foi secretário-geral e presidente. Foi ministro de Ciência e Tecnologia no primeiro governo Lula. Articulista, assina inúmeros textos na imprensa de todo o país. Também é autor de mais de 30 livros sobre direito, política, segurança nacional e ciência e tecnologia. É um dos idealizadores da Frente Brasil Popular.

. Jandira Feghali – Médica, política, deputada federal pelo PCdoB. É autora da lei que garante a cirurgia reparadora de mama, em casos de câncer, por meio de planos e seguros de saúde, e da Emenda Constitucional que permite o duplo vínculo dos profissionais de saúde. Foi coordenadora da bancada feminina no Congresso Nacional (1998/2004) e também vice-presidente da Frente Parlamentar da Saúde.

. Alan Paes Leme Arthou – Contra-Almirante,  graduado em Ciências Navais pela Escola Naval e em Engenharia Naval pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), onde também fez mestrado em Engenharia Naval. Pós-graduado em Projeto de Submarinos pela IKL (Alemanha). Foi gerente no Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear da Marinha. Atuou como diretor do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Nuclear do Ministério de Ciência e Tecnologia, encarregado de vários projetos para a Marinha nos últimos 35 anos. Detentor de seis condecorações militares e sete civis, como o Prêmio Destaque nos 40 anos do Programa de Engenharia Naval Oceânica, da COPPE/UFRJ.

. Luis Nassif – Jornalista, mineiro de Poços de Caldas, seu blog  GGN é um dos mais acessados do país. Em 1986 ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo, com a reportagem “O Plano Cruzado”, no jornal Folha de S. Paulo, onde assinou coluna econômica e política durante muitos anos. Ganhou três vezes o Prêmio de Melhor Jornalista de Economia da Imprensa Escrita do site Comunique-se, e o Prêmio iBest de Melhor Blog de Política. Em 1985 criou o próprio programa na TV Gazeta de São Paulo: “Dinheiro Vivo”. A partir daí, nasceu a Agência Dinheiro Vivo, de economia e negócios. Autor de dois livros, também é compositor, bandolinista e pesquisador de choro.

. Olímpio Alves dos Santos (mediador) – Presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ)

Mesa 2 – 14h às 17h30m, com intervalo para o café
Estado, Emprego e o Setor de Serviços
Retomada dos programas de prevenção de endemias, Educação, Saúde das famílias, reflorestamento, e demais ações induzidas.

Palestrantes/Debatedores
. Carlos Lessa – Economista, professor da UFRJ, ex-presidente do BNDES no primeiro governo Lula, e reitor da UFRJ em 2002. Foi professor no Instituto Rio Branco do Itamaraty, na CEPAL e no ILPES da ONU, no Instituto para Integração da América Latina, na Universidade do Chile, na Unicamp e na Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense. Como economista da Cepal, escreveu sua obra mais conhecida, Introdução à economia – uma abordagem estruturalista, em colaboração com Antonio Barros de Castro.

. Fernando de Araújo Penna – Professor adjunto da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Departamento de Sociedade, Educação e Conhecimento. Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e com graduação em História pela mesma instituição. Tem experiência nas áreas de História e Educação – ensino, didática e teoria da história, história do currículo e das disciplinas escolares. Atualmente coordena o Laboratório de Ensino de História da UFF e encabeça o movimento contra a ‘Escola sem partidos’.

. Alessandro Molon – Professor, tem mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Político, deputado federal, filiado à Rede Sustentabilidade. Foi o relator e principal articulador do Marco Civil da Internet.  Como deputado estadual, durante oito anos, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, ficou conhecido por sua defesa dos direitos humanos e pela fiscalização do Executivo e das ações da própria casa legislativa.

. Glauber Braga – Bacharel em Direito, deputado federal – PSOL/RJ. Foi relator da Comissão Especial de Medidas Preventivas diante das Catástrofes Climáticas. O seu relatório gerou a primeira Lei Nacional de prevenção e resposta a desastres naturais: o Estatuto de Proteção e Defesa Civil. Em 2013, estava entre os 20 melhores parlamentares destacados pelo Prêmio Congresso em Foco e na lista do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar/DIAP. Por dois anos consecutivos foi citado, em pesquisa divulgada pelo Portal Uol, como o deputado federal que melhor utiliza a internet como ferramenta de prestação de contas. Em 2014 assumiu a presidência da Comissão de Educação na Câmara de Deputados.

. Marcelo Auler – Jornalista. Trabalhou na Rádio Globo, O Globo, Pasquim, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo, O Dia, IstoÉ, Carta Maior, Carta Capital, entre outros. Foi assessor para assuntos comunitários no governo Franco Montoro (SP); assessor de imprensa da Dataprev e da Comissão Estadual da Verdade do Rio de Janeiro (2013). Participou da segunda edição do livro Enjaulados – Presídios, Prisioneiros, Gangues e Comandos (Ed Gryphus).

. Clovis do Nascimento (mediador) – Presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge)