Pedro Tierra: um poema militante para o dia 24 de janeiro

Foto: Ricardo Stuckert

Ao 24 de janeiro*
(Pedro Tierra)

Onde eles dizem paz,
Eu digo justiça.

Onde exibem convicções
Exijo prova.

Onde impõem silêncio
Entoo canções.

Quando lustram algemas
Invento caravanas.

Onde defendem mercado,
Afirmo pátria.

Onde dizem casta
Respondo classe.

Onde erguem o tribunal
Convoco a Praça.

Onde dizem ordem
Eu digo liberdade.

Não me venham com crepúsculo
Que chego armado de auroras
Para reacender as cinzas
Do nosso gasto coração.

* Poema do militante político e poeta Hamilton Pereira da Silva, que escreve sob o pseudônimo Pedro Tierra. No  dia 24 de janeiro o Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4) irá julgar o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra sua condenação pelo juiz Sérgio Moro. Publicado originalmente no site Brasil 247

 

Você pode gostar...